fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 249

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PetPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 306 palavras

Em 2013 o Conselho Federal de Medicina Veterinária publicou a Resolução n° 1027, proibindo médicos-veterinários de amputar o rabo de cachorros por motivos estéticos.

Esta resolução altera uma norma de 2008 (resolução 877), que desaconselhava a prática, mas não a definia ainda como sendo proibida.

A amputação, mesmo sendo feita em casa, é também considerada crime ambiental e crime federal de violência contra animal, segundo a Lei de Crimes Ambientais (Artigo 39) e Lei Federal de Meio Ambiente (nº 9.605/98). As penalidades incluem multa e detenção de 3 meses a 1 ano.

A amputação da cauda, ou caudectomia, era uma prática comum em raças como cocker spaniel, boxer, pinscher, poodle, pitbull, rottweiller e doberman. Hoje, felizmente, o padrão oficial das raças passou a indicar que a cauda deve permanecer íntegra e natural.

A cauda é um prolongamento da coluna vertebral e possui terminações nervosas. Cortá-la é um procedimento invasivo e doloroso, que pode causar sérios danos ao animal, entre eles problemas de equilíbrio, contaminações e até paralisia do aparelho locomotor.

É pelo movimento e posição da cauda que os cães expressam emoções como a alegria e o medo. A cauda também esconde ou espalha seu cheiro, demonstrando, por exemplo, intenção de acasalamento. Cortá-la, portanto, afeta diretamente a capacidade de comunicação e interação do animal.

Tenha em mente também que, além da caudectomia, outros procedimentos são proibidos, como a conchectomia (cirurgia para levantar as orelhas), a onicectomia (extração das unhas, geralmente dos gatos) e a cordectomia (cirurgia para retirar a as cordas vocais).

Todos estes procedimentos causam sofrimento aos animais e só devem ser realizados em situações de risco à saúde, como em casos de acidentes ou doenças, e somente quando o médico-veterinário determinar sua absoluta necessidade.

Nossos melhores amigos merecem ser respeitados e cuidados. Denuncie os maus-tratos. A (suposta) beleza de um animal jamais deve envolver dor.

#caudectomia #maustratosanimais #meupetevida #protejaosanimais #maustratosécrime #sosanimal

Em 2013 o Conselho Federal de Medicina Veterinária publicou a Resolução n° 1027, proibindo médicos-veterinários de amputar o rabo de cachorros por motivos estéticos.

Esta resolução altera uma norma de 2008 (resolução 877), que desaconselhava a prática, mas não a definia ainda como sendo proibida.

A amputação, mesmo sendo feita em casa, é também considerada crime ambiental e crime federal de violência contra animal, segundo a Lei de Crimes Ambientais (Artigo 39) e Lei Federal de Meio Ambiente (nº 9.605/98). As penalidades incluem multa e detenção de 3 meses a 1 ano.

A amputação da cauda, ou caudectomia, era uma prática comum em raças como cocker spaniel, boxer, pinscher, poodle, pitbull, rottweiller e doberman. Hoje, felizmente, o padrão oficial das raças passou a indicar que a cauda deve permanecer íntegra e natural.

A cauda é um prolongamento da coluna vertebral e possui terminações nervosas. Cortá-la é um procedimento invasivo e doloroso, que pode causar sérios danos ao animal, entre eles problemas de equilíbrio, contaminações e até paralisia do aparelho locomotor.

É pelo movimento e posição da cauda que os cães expressam emoções como a alegria e o medo. A cauda também esconde ou espalha seu cheiro, demonstrando, por exemplo, intenção de acasalamento. Cortá-la, portanto, afeta diretamente a capacidade de comunicação e interação do animal.

Tenha em mente também que, além da caudectomia, outros procedimentos são proibidos, como a conchectomia (cirurgia para levantar as orelhas), a onicectomia (extração das unhas, geralmente dos gatos) e a cordectomia (cirurgia para retirar a as cordas vocais).

Todos estes procedimentos causam sofrimento aos animais e só devem ser realizados em situações de risco à saúde, como em casos de acidentes ou doenças, e somente quando o médico-veterinário determinar sua absoluta necessidade.

Nossos melhores amigos merecem ser respeitados e cuidados. Denuncie os maus-tratos. A (suposta) beleza de um animal jamais deve envolver dor.

#caudectomia #maustratosanimais #protejaosanimais #maustratosécrime #sosanimal

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 295

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 026

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 181

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 192

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//