fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 219

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PetPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 342 palavras

Embora a prevalência de cáries em cães seja muito menor do que em seres humanos, sim, os cães podem ter cárie. Apenas 5% deles apresentam a doença, mas, quando ela acontece, costuma demorar para ser diagnosticada, já que não costuma apresentar sintomas perceptíveis pelo tutor do pet.

A cárie acontece quando as bactérias presentes na boca se acumulam nas placas bacterianas, fermentando os resíduos alimentares (especialmente o açúcar e outros carboidratos) e produzindo um ácido que desmineraliza o esmalte dos dentes, podendo alcançar sua polpa e até as fibras nervosas.

A menor incidência de cáries em cães, quando comparada aos humanos, provavelmente se deve por uma combinação de fatores. Entre eles, está a dieta, já que cães dificilmente consomem açúcar ou carboidratos refinados.

O pH da saliva dos cães (7,5) é também menos ácido do que dos humanos (6,5), o que diminui a propensão ao surgimento de cáries. O formato mais cônico dos dentes, com menos sulcos, fossas e fissuras, e o maior espaçamento entre eles, também evita a retenção de alimentos no local.

Além disso, a microbiota na boca dos cães tem baixíssima presença do Streptococcus mutans, a principal bactéria que causa a cárie.

Mas atenção: vale lembrar que cães não costumam ter os dentes escovados com frequência. Por isso, mesmo os animais que não tenham cáries podem facilmente acumular tártaro e, em consequência, desenvolver doenças periodontais.

Existem sinais que os tutores podem observar, que indicam que algo não está bem com a saúde bucal do animal. Entre elas, verifique a presença de dentes muito amarelados, odor ruim na boca do pet, gengivas muito vermelhas, aumento na produção de saliva e até mesmo a perda espontânea de dentes.

É muito importante cuidar da saúde bucal do seu cão. Leve-o ao médico-veterinário para ser examinado e para que limpezas regulares dos dentes sejam feitas. Peça orientação também para que você ajude com a higienização da boca do seu melhor amigo. A saúde bucal vai muito além das cáries e é uma questão que merece sua atenção e cuidado.

#dentistaveterinario #meupetevida #dentistaveterinário #dentedepet #escoveosdentesdoseupet #dentedecachorro

Embora a prevalência de cáries em cães seja muito menor do que em seres humanos, sim, os cães podem ter cárie. Apenas 5% deles apresentam a doença, mas, quando ela acontece, costuma demorar para ser diagnosticada, já que não costuma apresentar sintomas perceptíveis pelo tutor do pet.

A cárie acontece quando as bactérias presentes na boca se acumulam nas placas bacterianas, fermentando os resíduos alimentares (especialmente o açúcar e outros carboidratos) e produzindo um ácido que desmineraliza o esmalte dos dentes, podendo alcançar sua polpa e até as fibras nervosas.

A menor incidência de cáries em cães, quando comparada aos humanos, provavelmente se deve por uma combinação de fatores. Entre eles, está a dieta, já que cães dificilmente consomem açúcar ou carboidratos refinados.

O pH da saliva dos cães (7,5) é também menos ácido do que dos humanos (6,5), o que diminui a propensão ao surgimento de cáries. O formato mais cônico dos dentes, com menos sulcos, fossas e fissuras, e o maior espaçamento entre eles, também evita a retenção de alimentos no local.

Além disso, a microbiota na boca dos cães tem baixíssima presença do Streptococcus mutans, a principal bactéria que causa a cárie.

Mas atenção: vale lembrar que cães não costumam ter os dentes escovados com frequência. Por isso, mesmo os animais que não tenham cáries podem facilmente acumular tártaro e, em consequência, desenvolver doenças periodontais.

Existem sinais que os tutores podem observar, que indicam que algo não está bem com a saúde bucal do animal. Entre elas, verifique a presença de dentes muito amarelados, odor ruim na boca do pet, gengivas muito vermelhas, aumento na produção de saliva e até mesmo a perda espontânea de dentes.

É muito importante cuidar da saúde bucal do seu cão. Leve-o ao médico-veterinário para ser examinado e para que limpezas regulares dos dentes sejam feitas. Peça orientação também para que você ajude com a higienização da boca do seu melhor amigo. A saúde bucal vai muito além das cáries e é uma questão que merece sua atenção e cuidado.

#dentistaveterinario #dentistaveterinário #dentedepet #escoveosdentesdoseupet #dentedecachorro

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 269

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 217

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 023

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 284

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//