fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 238

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PetPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 308 palavras

O tétano é uma doença infecciosa grave, causada pela bactéria Clostridium tetani, que pode afetar qualquer mamífero, não somente o homem.

Qualquer tipo de ferimento (cortes, perfurações, arranhões profundos, mordidas, cirurgias etc.) pode ser uma porta de entrada para a bactéria no organismo.

Ao contrário do que muita gente acredita, o tétano não é transmitido unicamente pelo contato do sangue com objetos enferrujados. A bactéria pode também estar presente em vidros, pedras, espinhos de plantas, solo e nas fezes de outros animais.

Os cavalos são os animais mais suscetíveis ao tétano, seguidos pelos seres humanos. Embora seja menos comum, cães e gatos também podem contrair a doença. Inclusive, os filhotes – que naturalmente têm imunidade mais baixa – podem ser contaminados no nascimento, caso o cordão umbilical tenha contato com uma superfície contaminada.

Os primeiros sinais do tétano costumam ocorrer de 5 a 18 dias depois do animal ter sido infectado. Os cães, por exemplo, podem apresentar andar rígido, orelhas eretas, dificuldade na abertura da boca, cauda elevada, contração muscular ou até sinais mais graves, como falta de equilíbrio e coordenação, e até insuficiência respiratória.

Sem tratamento, o tétano leva à morte, por esgotamento e paralisia dos músculos. O tratamento requer internação, com uso de antibióticos em altas doses, antitoxinas e outros tratamentos de suporte.

Embora existam vacinas contra o tétano, elas não são aplicadas em cães e gatos. Por isso, procure manter muito bem higienizadas quaisquer feridas, evitando eventuais contaminações. Mantenha também sempre limpo o ambiente em que os animais vivem, sem contaminação fecal ou objetos que possam causar ferimentos.

Caso seu pet sofra algum ferimento, leve-o ao veterinário para a avaliação e procedimentos necessários. Ainda que não seja tão comum em cães e gatos, o tétano requer cuidados o quanto antes. Isso pode fazer toda a diferença na saúde e na vida do seu melhor amigo.

#tetano #cuidadosveterinarios #bacterias #meupetevida #clostridiumtetani #consultaveterinaria

O tétano é uma doença infecciosa grave, causada pela bactéria Clostridium tetani, que pode afetar qualquer mamífero, não somente o homem.

Qualquer tipo de ferimento (cortes, perfurações, arranhões profundos, mordidas, cirurgias etc.) pode ser uma porta de entrada para a bactéria no organismo.

Ao contrário do que muita gente acredita, o tétano não é transmitido unicamente pelo contato do sangue com objetos enferrujados. A bactéria pode também estar presente em vidros, pedras, espinhos de plantas, solo e nas fezes de outros animais.

Os cavalos são os animais mais suscetíveis ao tétano, seguidos pelos seres humanos. Embora seja menos comum, cães e gatos também podem contrair a doença. Inclusive, os filhotes – que naturalmente têm imunidade mais baixa – podem ser contaminados no nascimento, caso o cordão umbilical tenha contato com uma superfície contaminada.

Os primeiros sinais do tétano costumam ocorrer de 5 a 18 dias depois do animal ter sido infectado. Os cães, por exemplo, podem apresentar andar rígido, orelhas eretas, dificuldade na abertura da boca, cauda elevada, contração muscular ou até sinais mais graves, como falta de equilíbrio e coordenação, e até insuficiência respiratória.

Sem tratamento, o tétano leva à morte, por esgotamento e paralisia dos músculos. O tratamento requer internação, com uso de antibióticos em altas doses, antitoxinas e outros tratamentos de suporte.

Embora existam vacinas contra o tétano, elas não são aplicadas em cães e gatos. Por isso, procure manter muito bem higienizadas quaisquer feridas, evitando eventuais contaminações. Mantenha também sempre limpo o ambiente em que os animais vivem, sem contaminação fecal ou objetos que possam causar ferimentos.

Caso seu pet sofra algum ferimento, leve-o ao veterinário para a avaliação e procedimentos necessários. Ainda que não seja tão comum em cães e gatos, o tétano requer cuidados o quanto antes. Isso pode fazer toda a diferença na saúde e na vida do seu melhor amigo.

#tetano #cuidadosveterinarios #bacterias #clostridiumtetani #consultaveterinaria

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 146

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 021

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 095

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 300

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//