fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 184

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PetPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 349 palavras

A sarna é uma doença de pele bastante temida, que afeta cães, gatos e também humanos. É uma infecção parasitária, causada por diferentes tipos de ácaros, que se alojam na pele.

Ao contrário do que muita gente acredita, não são apenas os cães de rua que podem ter sarna. Na verdade, pets “caseiros” também são vulneráveis, já que os parasitas podem estar no ambiente, nas caminhas, cobertores, tapetes, estofados, entre outros – e não apenas na pele dos cães.

Existem três tipos principais de sarna. A primeira, e mais comum, é a sarna sarcóptica ou escabiose. É mais frequente em cachorros, mas também pode atingir gatos e, por ser uma zoonose, pode infectar seres humanos. Ela causa muita coceira, vermelhidão e crostas na pele. A transmissão ocorre pelo contato direto ou por meio de objetos ou lugares infectados.

A sarna otodécica, ou sarna de ouvido, é mais frequente em gatos. Ela causa coceira intensa na orelha e ouvido, e acúmulo anormal de cera escura no conduto auditivo. É transmitida pelo contato direto e indireto, por objetos que podem transportar os ácaros. Pode também infectar seres humanos.

Já a sarna negra, ou demodécica, é a única não contagiosa. Porém, não é curável. É causada por um ácaro normalmente presente na pele canina saudável e, para se desenvolver, depende de fatores como estresse, estado imunológico baixo e características genéticas. Pode ser transmitida durante o parto ou na amamentação, caso a mãe esteja infectada. Não costuma provocar coceira e não afeta seres humanos. Apesar de não ter cura, pode ser tratada e controlada, permitindo que o animal tenha uma vida normal.

A melhor forma de evitar que seu pet tenha sarna contagiosa é mantendo a higiene dos locais que ele frequenta e atenção aos animais com os quais ele interage.

Como existem outras doenças com sintomas parecidos, leve seu pet ao médico-veterinário assim que perceber qualquer alteração na pele ou pelos dele. Com o diagnóstico correto, o veterinário prescreverá o tratamento mais adequado, poupando seu melhor amigo do sofrimento e grande incômodo que a sarna pode gerar.

#sarna #meupetevida #sarnasarcoptica #sarnaotodecica #sarnademodecica #zoonoses

A sarna é uma doença de pele bastante temida, que afeta cães, gatos e também humanos. É uma infecção parasitária, causada por diferentes tipos de ácaros, que se alojam na pele.

Ao contrário do que muita gente acredita, não são apenas os cães de rua que podem ter sarna. Na verdade, pets “caseiros” também são vulneráveis, já que os parasitas podem estar no ambiente, nas caminhas, cobertores, tapetes, estofados, entre outros – e não apenas na pele dos cães.

Existem três tipos principais de sarna. A primeira, e mais comum, é a sarna sarcóptica ou escabiose. É mais frequente em cachorros, mas também pode atingir gatos e, por ser uma zoonose, pode infectar seres humanos. Ela causa muita coceira, vermelhidão e crostas na pele. A transmissão ocorre pelo contato direto ou por meio de objetos ou lugares infectados.

A sarna otodécica, ou sarna de ouvido, é mais frequente em gatos. Ela causa coceira intensa na orelha e ouvido, e acúmulo anormal de cera escura no conduto auditivo. É transmitida pelo contato direto e indireto, por objetos que podem transportar os ácaros. Pode também infectar seres humanos.

Já a sarna negra, ou demodécica, é a única não contagiosa. Porém, não é curável. É causada por um ácaro normalmente presente na pele canina saudável e, para se desenvolver, depende de fatores como estresse, estado imunológico baixo e características genéticas. Pode ser transmitida durante o parto ou na amamentação, caso a mãe esteja infectada. Não costuma provocar coceira e não afeta seres humanos. Apesar de não ter cura, pode ser tratada e controlada, permitindo que o animal tenha uma vida normal.

A melhor forma de evitar que seu pet tenha sarna contagiosa é mantendo a higiene dos locais que ele frequenta e atenção aos animais com os quais ele interage.

Como existem outras doenças com sintomas parecidos, leve seu pet ao médico-veterinário assim que perceber qualquer alteração na pele ou pelos dele. Com o diagnóstico correto, o veterinário prescreverá o tratamento mais adequado, poupando seu melhor amigo do sofrimento e grande incômodo que a sarna pode gerar.

#sarna #sarnasarcoptica #sarnaotodecica #sarnademodecica #zoonoses

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 273

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 262

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 186

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 247

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//