fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 298

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.

A marca d’água NÃO faz parte das artes.
– A arte é entregue sem a marca d’água do PetPosts.
– As cores da imagem e a posição da sua personalização são as mesmas que você vê nesta amostra.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 296 palavras

Quem já teve pedra nos rins sabe: é uma dor que ninguém merece sentir! Infelizmente, nossos melhores amigos, os cães, também podem sofrer com este problema.

Como você sabe, os rins filtram o sangue e produzem a urina, que elimina alguns compostos indesejados do organismo. Porém, quando há algum desequilíbrio, a urina pode ficar saturada e concentrar minerais, que se cristalizam e formam massas duras, os cálculos renais (também chamados tecnicamente de nefrolitíase ou litíase renal), conhecidos popularmente como “pedra nos rins”.

Em condições normais, a urina contém substâncias químicas que inibem a formação destes cristais, porém, quando há pouca ingestão de água, alto aporte de minerais e proteínas dietéticas, infecção urinária, má formação congênita, entre outros, os cálculos renais podem surgir.

Eles são mais frequentes em animais machos e das raças Lhasa Apso, Shih-tzu, Poodle, Schnauzer miniatura, Yorkshire, Dachshund, Bichon Frisé e Bulldog Inglês. Os sintomas são proporcionais ao tamanho da “pedra”, da localização e se há, ou não, obstrução dos ureteres.

Mas, muitas vezes, os sintomas passam despercebidos, e a doença só é diagnosticada em estágios mais avançados, quando o animal pode apresentar sangue na urina, dor intensa e até obstrução da saída da urina, situação em que o pet precisa ser tratado com urgência.

O veterinário pode, inclusive, indicar exames como ultrassom e tomografia abdominal, para confirmar o diagnóstico. Os tratamentos variam conforme o caso, visando dissolver o cálculo ou até retirá-lo, por meio de intervenção cirúrgica.

Converse com seu veterinário sobre o que você pode fazer para evitar que se pet passe por este sofrimento: qual é a alimentação ideal, quais exames preventivos podem ser feitos para evitar os cálculos renais e, mais ainda, o que você pode fazer para ajudar seu amigão (ou amiguinho) a ter a saúde sempre em dia.

#calculorenalcanino #meupetevida #alimentaçãocanina #hidrateseucão #geriatriaveterinaria #cuidadosveterinarios

Quem já teve pedra nos rins sabe: é uma dor que ninguém merece sentir! Infelizmente, nossos melhores amigos, os cães, também podem sofrer com este problema.

Como você sabe, os rins filtram o sangue e produzem a urina, que elimina alguns compostos indesejados do organismo. Porém, quando há algum desequilíbrio, a urina pode ficar saturada e concentrar minerais, que se cristalizam e formam massas duras, os cálculos renais (também chamados tecnicamente de nefrolitíase ou litíase renal), conhecidos popularmente como “pedra nos rins”.

Em condições normais, a urina contém substâncias químicas que inibem a formação destes cristais, porém, quando há pouca ingestão de água, alto aporte de minerais e proteínas dietéticas, infecção urinária, má formação congênita, entre outros, os cálculos renais podem surgir.

Eles são mais frequentes em animais machos e das raças Lhasa Apso, Shih-tzu, Poodle, Schnauzer miniatura, Yorkshire, Dachshund, Bichon Frisé e Bulldog Inglês. Os sintomas são proporcionais ao tamanho da “pedra”, da localização e se há, ou não, obstrução dos ureteres.

Mas, muitas vezes, os sintomas passam despercebidos, e a doença só é diagnosticada em estágios mais avançados, quando o animal pode apresentar sangue na urina, dor intensa e até obstrução da saída da urina, situação em que o pet precisa ser tratado com urgência.

O veterinário pode, inclusive, indicar exames como ultrassom e tomografia abdominal, para confirmar o diagnóstico. Os tratamentos variam conforme o caso, visando dissolver o cálculo ou até retirá-lo, por meio de intervenção cirúrgica.

Converse com seu veterinário sobre o que você pode fazer para evitar que se pet passe por este sofrimento: qual é a alimentação ideal, quais exames preventivos podem ser feitos para evitar os cálculos renais e, mais ainda, o que você pode fazer para ajudar seu amigão (ou amiguinho) a ter a saúde sempre em dia.

#calculorenalcanino #alimentaçãocanina #hidrateseucão #geriatriaveterinaria #cuidadosveterinarios

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 044

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 308

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 130

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 352

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//