fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 251

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PetPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 340 palavras

Qualquer cadela ou gata que não seja castrada e que tenha mais de cinco anos de idade, ou que já tenha passado por uma ou mais gestações, pode ser acometida por uma doença grave, chamada piometra.

Essa é uma infecção uterina não-contagiosa, que ocorre em até três meses depois do cio, quando os níveis do hormônio progesterona ainda estão elevados.

A piometra ocorre quando a bactéria E. coli infecta o útero da cadela ou gata, alojando-se em seu endométrio (o tecido que reveste as paredes internas do útero) e causando uma infecção grave, silenciosa e sem sintomas claros, que pode levar o animal a óbito se não for tratada.

A piometra é mais frequente em cadelas do que em gatas, pois os índices de progesterona em cães são mais elevados durante o ciclo sexual. Nos felinos, esse índice é mais baixo, por isso, a doença acaba sendo menos comum.

Todas as cadelas sexualmente maduras são suscetíveis, especialmente as mais velhas. A castração é a principal forma de evitar a piometra – pois, quanto mais cios a fêmea tiver, maiores são as chances de desenvolver a doença -, embora não ser castrada não significa necessariamente que a fêmea irá desenvolvê-la.

Nem sempre a piometra apresenta sintomas, mas em certos casos o tutor pode observar aumento do consumo de água, falta de apetite, perda de peso, muco vaginal, apatia, vômitos, diarreia e expansão do abdômen. Se sua amiguinha tiver algum desses sintomas, leve-a ao médico-veterinário o mais rapidamente possível.

A recuperação depende da rapidez e da eficácia da terapia aplicada. O tratamento varia de acordo com a gravidade do caso, podendo envolver desde a administração de antibióticos, até a remoção cirúrgica do útero e ovários.

Evitar doenças – e não apenas tratá-las depois que surgem – é parte dos cuidados que devemos ter com nossos pets. A castração é a melhor forma de prevenir a piometra – e você deve pensar com carinho nessa possibilidade. Esse é um cuidado que pode evitar sofrimento e riscos desnecessários para sua melhor amiguinha.

#piometra #meupetevida #castreseupet #medveterinaria #petsaudavel #patologiavet

Qualquer cadela ou gata que não seja castrada e que tenha mais de cinco anos de idade, ou que já tenha passado por uma ou mais gestações, pode ser acometida por uma doença grave, chamada piometra.

Essa é uma infecção uterina não-contagiosa, que ocorre em até três meses depois do cio, quando os níveis do hormônio progesterona ainda estão elevados.

A piometra ocorre quando a bactéria E. coli infecta o útero da cadela ou gata, alojando-se em seu endométrio (o tecido que reveste as paredes internas do útero) e causando uma infecção grave, silenciosa e sem sintomas claros, que pode levar o animal a óbito se não for tratada.

A piometra é mais frequente em cadelas do que em gatas, pois os índices de progesterona em cães são mais elevados durante o ciclo sexual. Nos felinos, esse índice é mais baixo, por isso, a doença acaba sendo menos comum.

Todas as cadelas sexualmente maduras são suscetíveis, especialmente as mais velhas. A castração é a principal forma de evitar a piometra – pois, quanto mais cios a fêmea tiver, maiores são as chances de desenvolver a doença -, embora não ser castrada não significa necessariamente que a fêmea irá desenvolvê-la.

Nem sempre a piometra apresenta sintomas, mas em certos casos o tutor pode observar aumento do consumo de água, falta de apetite, perda de peso, muco vaginal, apatia, vômitos, diarreia e expansão do abdômen. Se sua amiguinha tiver algum desses sintomas, leve-a ao médico-veterinário o mais rapidamente possível.

A recuperação depende da rapidez e da eficácia da terapia aplicada. O tratamento varia de acordo com a gravidade do caso, podendo envolver desde a administração de antibióticos, até a remoção cirúrgica do útero e ovários.

Evitar doenças – e não apenas tratá-las depois que surgem – é parte dos cuidados que devemos ter com nossos pets. A castração é a melhor forma de prevenir a piometra – e você deve pensar com carinho nessa possibilidade. Esse é um cuidado que pode evitar sofrimento e riscos desnecessários para sua melhor amiguinha.

#piometra #castreseupet #medveterinaria #petsaudavel #patologiavet

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 139

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 250

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 326

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 288

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//