fbpx
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PetPosts.

Post 111

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PetPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PetPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 331 palavras

A parvovirose é uma doença grave, de progressão rápida e com alto risco de contágio e propagação. Seus sintomas mais comuns são letargia, febre, vômito, diarreia, taquicardia, perda de peso e interior das pálpebras e gengiva pálidas.

É uma doença causada por um vírus muito resistente, que pode provocar graves complicações gastrointestinais. Este vírus, ao ar livre e longe da luz solar direta, pode viver por anos e resiste a produtos de limpeza e desinfetantes. Seu contágio pode acontecer pelo contato direto do pet com o vírus por meio de lambidas ou por cheirar um animal infectado, suas fezes ou vômito, ou quando o cão tem contato com um local, objeto ou pessoa contaminada. O vírus pode estar em roupas, móveis, sapatos e até na pele humana.

Os primeiros sinais da doença são a perda de apetite e febre. Em poucos dias começam os vômitos e a diarreia com presença de sangue. Os sintomas progridem rapidamente para um quadro de desidratação grave, que pode levar à morte. Os filhotes de cachorros, antes dos 2 meses, têm maior taxa de mortalidade para a parvovirose.

Cães contaminados devem receber a medicação adequada e soro intravenoso, para compensar a desidratação causada pela doença. O vírus destrói as células da barreira intestinal e danificam a medula óssea, levando a uma diminuição brutal dos glóbulos brancos. Como resultado, o pet, já vulnerável, torna-se um alvo ainda mais fácil para todo tipo de infecções.

A prevenção da parvovirose se dá por meio de vacinação, que deve ser iniciada aos 45 dias de vida do pet. As vacinas V8 e V10 previnem contra esta e outras doenças, o que reforça sua importância. A administração deve continuar ao completar um ano e, depois disso, seguindo o calendário anual de vacinas, com os devidos reforços.

Vacine e fique atento à saúde do seu pet. Diante de sinais de infecção, leve-o ao médico-veterinário, para que ele diagnostique e ofereça a assistência e tratamentos adequados. Seu melhor amigo merece seu melhor cuidado!

#parvovirose #meupetevida #cachorrodoente #vacineseucao #vacineseugato #parvovirosecanina

A parvovirose é uma doença grave, de progressão rápida e com alto risco de contágio e propagação. Seus sintomas mais comuns são letargia, febre, vômito, diarreia, taquicardia, perda de peso e interior das pálpebras e gengiva pálidas.

É uma doença causada por um vírus muito resistente, que pode provocar graves complicações gastrointestinais. Este vírus, ao ar livre e longe da luz solar direta, pode viver por anos e resiste a produtos de limpeza e desinfetantes. Seu contágio pode acontecer pelo contato direto do pet com o vírus por meio de lambidas ou por cheirar um animal infectado, suas fezes ou vômito, ou quando o cão tem contato com um local, objeto ou pessoa contaminada. O vírus pode estar em roupas, móveis, sapatos e até na pele humana.

Os primeiros sinais da doença são a perda de apetite e febre. Em poucos dias começam os vômitos e a diarreia com presença de sangue. Os sintomas progridem rapidamente para um quadro de desidratação grave, que pode levar à morte. Os filhotes de cachorros, antes dos 2 meses, têm maior taxa de mortalidade para a parvovirose.

Cães contaminados devem receber a medicação adequada e soro intravenoso, para compensar a desidratação causada pela doença. O vírus destrói as células da barreira intestinal e danificam a medula óssea, levando a uma diminuição brutal dos glóbulos brancos. Como resultado, o pet, já vulnerável, torna-se um alvo ainda mais fácil para todo tipo de infecções.

A prevenção da parvovirose se dá por meio de vacinação, que deve ser iniciada aos 45 dias de vida do pet. As vacinas V8 e V10 previnem contra esta e outras doenças, o que reforça sua importância. A administração deve continuar ao completar um ano e, depois disso, seguindo o calendário anual de vacinas, com os devidos reforços.

Vacine e fique atento à saúde do seu pet. Diante de sinais de infecção, leve-o ao médico-veterinário, para que ele diagnostique e ofereça a assistência e tratamentos adequados. Seu melhor amigo merece seu melhor cuidado!

#parvovirose #cachorrodoente #vacineseucao #vacineseugato #parvovirosecanina

R$5,50

Conheça também outros posts:

  • Post 239

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 027

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 386

    Ler texto R$5,50 Comprar
  • Post 176

    Ler texto R$5,50 Comprar

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água, nem qualquer referência ao PetPosts.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura. Conteúdo profissional, com um toque divertido sensível e inteligente, que vai encantar quem ama pets! Média de 300 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags relevantes, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Após sua compra e confirmação do pagamento, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 1 dia útil. Você poderá adicionar sua logomarca (veja as especificações) ou seu nome, CRMV e telefone. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

//